Vídeos sobre Resveratrol

9:11 PM Posted by Michelle Salerno Lima



















Entrevista Envelhecimento e Nutrição

11:11 AM Posted by Michelle Salerno Lima


        Olá, recentemente o médico cardiologista e nutrólogo Lair Ribeiro concedeu entrevista ao programa "Deus médico dos médicos" falando sobre envelhecimento e nutrição. Se alguém possui algum conhecimento científico a favor ou contra, por favor comente.





Dr. Lair Ribeiro: Envelhecimento saudável

6:55 PM Posted by Michelle Salerno Lima




Vídeos: excesso de sal e consequências para a saúde

4:37 PM Posted by Michelle Salerno Lima








Dúvidas entre em contato com a nutricionista Fernanda Granja, pois ela é mais indicada para tais esclarecimentos:
www.drafernandagranja.com

Atividade física para idosos

9:42 PM Posted by Michelle Salerno Lima

         A prescrição de exercícios para idosos deve considerar as necessidades do indivíduo, o estado de saúde, o condicionamento físico e os gostos pessoais. Possui como objetivo principal o fortalecimento muscular que contribui para evitar quedas. 

       Basicamente trabalha-se: condicionamento cardiorrespiratório, flexibilidade, resistência, fortalecimento muscular, equilíbrio e coordenação. 

      A socialização torna-se fator preventivo e de combate a sintomas depressivos. A percepção visuo-espacial pode ser aprimorada, sem desconsiderar a percepção sensorial referente a tato, audição,  posição e  movimento. Enfim, benefícios globais.

      Trabalhar em circuito torna o exercício agradável e possibilita a realização de várias atividades funcionais. 

         As atividades devem ser de baixo impacto, intensidade moderada, de forma gradual para adaptação ao treinamento. A supervisão de fisioterapeuta (s) ou educador (s) físico (s) torna-se fundamental. E, todos os participantes antes de iniciar a atividade devem ser submetidos a criteriosa avaliação médica.

     Ao trabalhar com grupos de idosos o profissional responsável pela supervisão, procura separar esses grupos em nível de aptidão física e objetivos semelhantes. Porém, torna-se indispensável orientações individualizadas. 

     Não é aconselhável que um idoso, aliás qualquer pessoa, se exercite sem avaliação e acompanhamento, pois lesões podem ocorrer devido a ausência de aquecimento, movimentos não harmônicos que gerem maior impacto articular, carga excessiva, ambiente e  equipamentos inadequados para o treino físico, etc.

      A continuidade da atividade física é fundamental para ganhos pretendidos e manutenção desejada. A interrupção por 4 semanas leva a uma perda de 32% da força muscular já adquirida.

       Para a prática dos exercícios é necessário o uso de roupas leves e confortáveis, calçado adequado e hidratação antes, durante e depois. O profissional monitora a pressão arterial (PA), a frequencia cardíaca (FC) e respiratória (FR). 

        É extremamente importante a motivação e a adesão ao exercício. Deve considerar na avaliação o que a pessoa gosta e quer fazer. Aliando a necessidade à satisfação os resultados podem ser potencializados.